Happy hour

Na semana passada, a presidenta Dilma sancionou a Medida Provisória 668, que permite a construção de um Shopping no Anexo V da Câmara. Como a oportunidade faz o ladrão empresário, eu já me reuni com alguns amigos com capital de giro – dois engenheiros, um advogado e um servidor público – para montarmos um negócio e abocanharmos essa excelente chance de estabilidade financeira, dado que um shopping em pleno Congresso Nacional nunca fechará (pelo menos enquanto houver Congresso…).

Optamos por um bar, focado em drinks e com refeições rápidas, porque os nossos congressistas não têm tempo livre para ficar esperando por demoradas refeições, e nada melhor do que um bom drink para aliviar um dia tenso de votação.

Tendo meus amigos se responsabilizado pela parte financeira, eu fiquei com a gerência e criação do menu do lugar. Nada como um filósofo e cineasta com um gosto por gastronomia para botar ordem na casa. Ainda não decidimos o nome, mas eu já comecei a elaborar o cardápio de drinks, inspirados nos maiores sucessos da mixologia mundial.

Foi realizada uma degustação dos primeiros protótipos com nossos estimados Deputados, na segunda-feira (29/06), e vocês já podem conferir em primeira mão os futuros drinks mais famosos da Capital Federal:

  • Eduardo: inspirado no famoso Alexander – em homenagem ao general macedônico Alexandre, o Grande – é um drink forte, feito de 1/3 de gim, 1/3 de creme de cacau, 1/3 de creme de leite e 7 gotas de arsênico. O nome da nossa variação é uma homenagem ao Presidente da Casa, que também é um grande conquistador.
  • Bloody Dilma: Calma, não é uma ofensa! Assim como o seu quase-homônimo, o Bloody Mary, nosso drink é uma homenagem a uma grande estadista que lutou bravamente para manter a ordem em uma nação atravessada por uma guerra religiosa… ainda que tivesse que sujar as mãos. O Bloody Dilma é muito semelhante ao original, levando suco de tomate, vodka, suco de limão, molho de pimenta, molho inglês, sal e pimenta do reino, tudo claro, nacional.
  • Cuba muerta: houve muita dificuldade em adequar esse drink ao nosso público alvo. Ainda que seja um dos drinks mais famosos de qualquer cocktail bar, o nome não pareceu gerar muita atração entre os deputados. É essencialmente idêntico ao original, levando limão, rum e coca-cola, com a diferença que este vem acompanhado de um porta copos de Fidel Castro doente ou de uma praia de Miami.
  • Agro-Cosmopolitan: um dos drinks mais deliciosos de todos os tempos também estará presente em nossa carta! Atendendo a pedidos, porém, de que estávamos servindo drinks vermelhos em excesso – o que é uma prova de comunismo – acabamos por trocar o suco de cranberry por suco de maçã verde. A nova coloração originou uma singela homenagem à Bancada Ruralista. É bastante sour.
  • White Christian: o nome original, White Russian, não agradou muitos dos congressistas, que nos acusaram de marxismo. Com o objetivo de agradar ao máximo nossos clientes, mudamos o nome do drink de vodka, licor de café e leite, para uma representação mais familiar dos nossos congressistas.
  • Sangria: curiosamente, um dos drinks que melhor agradou os deputados da Bancada da Bala. Uma refrescante infusão de frutas em brandy e vinho dá a esse drink delicioso um gosto único. Nossa mudança, feita sob medida, foi a substituição do açúcar por melado, o que deixou a bebida mais viscosa e de cor mais profunda, sendo rebatizada de Sangria Negra.
  • Congresso Nacional Iced Tea: uma variação do delicioso drink norte-americano de tequila, rum, vodka, gim, licor e coca-cola. A parte curiosa é que, assim como o seu homenageado, é uma mentira, não contendo nada do nome. É apenas a mistura dos ingredientes que lembra, ao final, o gosto do chá gelado.
  • Love on the World: por questões de decoro, tivemos de omitir a palavra Sex, e como Brasília fica a quilômetros do mar, achamos de bom tom excluir o Beach. O nome final ficou bonitinho, mais ainda após a decisão da Suprema Corte estadunidense de nacionalizar o casamento homoafetivo, lembrando a todos nós por aqui que esse medida já estava em vigor desde 2013! Servido gelado, o drink de vodka, licor de pêssego, suco de laranja é groselha é uma boa pedida após um dia longo no Congresso mais conservador desde a redemocratização.
  • Kamikaze: um desconhecido, mas delicioso drink também comporá nossa lista. Uma combinação simples e direta de vodka, triple sec e suco de lima será uma refrescante opção para os dias de calor no Planalto Central. Por seu nome tão significativo – a etimologia original é “sopro divino” – foi um dos favoritos da Bancada Minoritária durante a degustação. Alguns deputados sugeriram que se mudasse o nome para Esperança, dado sua cor esverdeada, mas não pudemos atender, visto que eles eram uma minoria e vivemos em uma democracia que deve ouvir e atender a maioria.

Lembramos que, após a construção do shopping, a casa estará aberta das 11:00 às 17:00, para que todos os deputados, desde os que chegam mais cedo até os que saem mais tarde, possam aproveitar nossas deliciosas bebidas, petiscos e promoções!

 

Mais sobre o autor: Victor é estudante de cinema e ex-filósofo profissional, decidiu trocar a Academia pela internet quando percebeu que acadêmicos são crianças mimadas querendo ser donas da verdade. Nasceu em Goiânia e está se dedicando à culinária como uma forma de alegrar o mundo à sua volta.

Seja o primeiro a comentar